2018/02/12

DCCCLXXXIX

CAMPEONATO DISTRITAL DE JOVENS DE XADREZ
Ivo Dias Campeão Distrital Sub-20
Simão Barroso Campeão Distrital Sub-18
José Santos Campeão Distrital Sub-16
João Diogo Pereira Campeão Distrital Sub-08

Terminou no passado dia 12 de fevereiro as Finais Distritais de Jovensde Xadrez Federado 2017/2018 que decorreram nas instalações do Colégio do Ave em Guimarães. Esta competição envolveu 46 participantes distribuídos pelos escalões Sub-08, 10, 12, 14, 16, 18 e 20 e foi arbitrada por Carlos Dias, Presidente da AXDB, e a direção de prova esteve a cargo de Mário Oliveira, Coordenador do CX A2D.
O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis (CX A2D) fez-se representar por 17 atletas e, para além de ser o Clube mais representativo, foi com grande satisfação e regozijo que o CX A2D viu 4 atletas conquistarem o título individual distrital absoluto nos escalões Sub-08, Sub-16, Sub-18 e Sub-20.
João Diogo Pereira, no primeiro ano de escalão Sub-08, efetuou uma performance 100% vitoriosa: 3 vitórias em 3 jogos; José Santos, no escalão Sub-16, conquistou o seu 7º título distrital de jovens (2 títulos Sub-08, 2 títulos de Sub-10, 1 título Sub-12, 1 título Sub-14, 1 título Sub-16) e, também, alcançou uma performance 100% vitoriosa: 5 vitórias em 5 jogos; Simão Barroso, no escalão Sub-18, colecionou o seu 3º título distrital consecutivo (2 títulos Sub-16 e 1 título de Sub-18) e o MN Ivo Dias arrecadou o seu 6º título distrital de jovens (1 título Sub-12, 2 títulos de Sub-14, 2 título Sub-16 e 1 título Sub-20), desta vez no escalão Sub-20.






O CX A2D fez-se representar por mais 13 atletas que obtiveram prestações muito satisfatórias:

- no escalão Sub-08, Martim Campos e Salvador Pereira conquistaram o Vice-Título distrital ex-aqueo e Gonçalo Salgado posicionou-se em 4º lugar;

- no escalão Sub-10, Duarte Abreu, José João Pinto, Tiago Sousa e Dinis Pinto classificaram-se em 4º, 5º, 7º e 9º lugares, respetivamente.

- no escalão Sub-12, Pedro Lima classificou-se em 5º lugar.

- no escalão Sub-14, Carlos Daniel Sampaio sagrou-se Vice-Campeão Distrital.

- no escalão Sub-18, Miguel Jorge, Hugo Fernandes e Tiago Dias classificaram-se em 4º, 5º e 6º lugares, respetivamente.

- no escalão Sub-20, Phoenix Campos sagrou-se Vice-Campeão Distrital.

Os restantes campões distritais foram Lucas Silva (CP Ronfe, Sub-10)  e João Pacheco  (CX Braga, Sub-12) e Pedro Gil Silva (CP Ronfe, Sub-14).

Em jeito de conclusão, os atletas do CX A2D conquistaram o título distrital jovem absoluto nas categorias Sub-08, Sub-16, Sub-18 e Sub-20. Estes resultados mostram uma continuação do domínio no Xadrez Distrital Jovem por parte do CX A2D com 4 títulos distritais absolutos de jovens.



Mais informações:


DCCCLXXXVIII

OPEN DE PORTUGAL 2018
JOÃO ROMANO BRILHA E VENCE 1º PRÉMIO SUB-2000



Decorreu entre os dias 3 e 9 de fevereiro o Torneio de Xadrez Aberto mais forte de sempre realizado em Portugal.
O Open de Portugal fixou pelo segundo ano consecutivo a realização deste Torneio antes da época de Carnaval e saldou-se por um enorme sucesso organizativo e participativo já que figuras do panorama escaquístico mundial mediram forças com quase todos os principais valores do Xadrez nacional absoluto e jovem.
Este evento xadrezístico realizou-se no segundo pavilhão do Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso, em Lisboa e contou com a participação de 272 jogadores, provenientes de 42 países, destacando-se nesta competição 90 jogadores titulados, entre eles dois atletas do TOP-100 Mundial: o gergiano Grande Mestre Baadur Jobava (2684 pontos Elo, 57.º do ranking mundial) e o russo Grande Mestre Anton Demchenko (2671, 71.º do ranking mundial).
Este Torneio contou com o prize-money de 10 000 euros e deu continuidade ao Circuito Nacional de Lentas da Federação Portuguesa de Xadrez, onde está integrado o VI Torneio Internacional Cidade Famalicão que decorrerá entre os dias 28 de julho a 5 de agosto 2018.

O 1º prémio de 2200 euros foi atribuído ao GM sérvio Aleksandar Indjic, cabeça de série nº 5, sagrando-se o grande vencedor do Open de Portugal 2018 ao totalizar 7,5 pontos nas nove jornadas da prova, os mesmos dos russos GM Anton Demchenko (1400 euros de prémio monetário) e MI Nikita Petrov (alcançou a terceira e definitiva norma de grande mestre e 1000 euros de prémio monetário), mas beneficiou de um melhor desempate para se proclamar campeão do Open, depois de, em 2017, ter sido segundo classificado.
O melhor português no Open foi o MI Rui Dâmaso, que averbou 7 pontos e ficou na 12.ª posição conquistando 100 euros de prémio monetário. Outros seis portugueses terminaram no grupo dos 22.ºs classificados, com 6 pontos. São eles Sérgio Rocha, André Ventura Sousa, Luís Galego, André Fidalgo, Pedro Neves e António Pereira dos Santos.
Este evento escaquístico foi organizado pela FPX e contou com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude. A arbitragem foi chefiada pelo AI Carlos Oliveira Dias e o diretor de prova foi o Presidente da FPX, Dominic Cross. Foram realizadas 9 sessões, com ritmo de 90 minutos para cada jogador com incremento de 30 segundos por jogada desde o primeiro lance, contabilizadas pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE) para obtenção de normas de MI e GM.
O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis fez-se representar por 6 atletas e o grande destaque da delegação do delegação do jovem clube famalicense foi para o atual Campeão Distrital Absoluto 2017/2018 João Romano que superou amplamente as expetativas inicialmente traçadas ao posicionar-se em 49º lugar quando era à partida 145º cabeça de série (7º melhor português classificado): 5,5 pontos em 9 possíveis. O jovem atleta famalicense arrecadou um prémio monetário de 90 euros, pois foi o 1º classificado na categoria elo Sub-2000 e na próxima lista de elo FIDE ultrapassará a barreira de elo 2000 alcançando 2024 pontos de elo FIDE.



Os restantes atletas do CX A2D que marcaram presença neste Torneio foram o MN Ivo Dias (69º lugar; 5,5 pontos),  GM Daniel Cámpora (77º lugar; 5 pontos), WCM Mariana Silva (115º lugar; 4,5 pontos), Inês Silva (133º lugar; 4,5 pontos) e Bruno Ribeiro (177º lugar; 4 pontos).

O próximo torneio do CN Clássicas 2017/2018 terá lugar em Coimbra entre os dias 28 de abril e 1 de maio.

OPEN DE PORTUGAL 2018 DE SEMIRRÁPIDAS
IVO DIAS E JOÃO ROMANO BRILHAM

No dia 10 de fevereiro decorreu um dos Torneios de Xadrez Aberto mais fortes, na vertente semirrápidas, da presente época desportiva 2017/2018.
O Open de Portugal SR 2018 reuniu um prize-money de 2000 euros e depois do sucesso na variante de clássicas, o Open de Portugal acelerou para o torneio de semirrápidas com a mesma estrutura organizativa liderada pela FPX, com 170 jogadores em ação no segundo pavilhão do Complexo Desportivo Municipal do Casal Vistoso, em Lisboa.
Desta vez, o vencedor foi o MI cubano Roberto Ledo, 15º cabeça de série, que somou 7 pontos nas oito jornadas da prova levando para “casa” um prémio de 600 euros. Em 2º lugar, com os mesmos pontos do líder e pior desempate, posicionou-se o GM argentino Federico Ponsa (400 euros). Na terceira posição ficou o vencedor do Open de clássicas, o GM sérvio Aleksandar Indjic (300 euros), que assim leva de Lisboa ótimas recordações.
O melhor português neste torneio foi o MI André Ventura Sousa, atual Campeão Nacional Absoluto, que alcançou a 16.ª posição, com 6 pontos, e um prémio monetário de 50 euros (1º lugar Sub-18).

O Clube de Xadrez da Associação Académica da Didáxis fez-se representar por 6 atletas e o grande destaque da delegação do jovem clube famalicense foi para o MN Ivo Dias que se classificou em 22º lugar (40º cabeça de série) e obteve 5,5 pontos em 8 possíveis destacando-se como o 2º melhor português na tabela classificativa geral. Também, com 5,5 pontos, o GM Daniel Cámpora (24º lugar) e João Romano (29º lugar e 1º lugar Sub-2000 com 90 euros de prémio monetário) mostraram que atravessam um excelente momento de forma.


Bruno Ribeiro obteve 4,5 pontos e posicionou-se em 65º lugar; com 4 pontos Inês Silva e a WCM Mariana Silva classificaram-se em 71º e 74º lugares, respetivamente.


Mais informações:

2018/02/03

DCCCLXXXVII

2º ENCONTRO DISTRITAL ESCOLAR DE XADREZ-SÉRIE A
José Santos vence Torneio Juvenil
Henrique Guimarães vence Torneio Infantil
Colégio do Ave faz pleno no escalão Infantil A


No passado dia 3 de fevereiro deu-se continuidade à época de Xadrez Escolar do presente ano letivo 2017/2018. A Escola Secundária Carlos Amarante organizou o 2º Encontro Distrital Escolar - Série A e esta prova contou com a participação de 68 alunos provenientes de Escolas do Concelho de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão: CLIB, Escola Secundária Carlos Amarante, Escola EB 2,3 D. Afonso Henriques, Escola E.B 2,3 João de Meira e Didáxis – Vale S. Cosme, bem como,  bem como, Escolas do Distrito de Braga apoiadas pelas Escolas acima referidas.
A arbitragem esteve a cargo dos professores responsáveis de cada Escola participante e o diretor deste evento escaquístico foi o professor José Monteiro.

Este Encontro Escolar de Xadrez saldou-se por mais um sucesso organizativo e participativo, que durante 6 sessões viveram emoções até ao cair da seta do relógio numa manhã de sábado!
Este evento xadrezístico foi dividido em dois Torneios, Torneio Infantil destinado aos alunos dos escalões Infantil B, Infantil A e Benjamins; e o Torneio Juvenil destinado aos alunos dos escalões Iniciado e Juvenil.
O Clube de Xadrez Escolar da Didáxis-Vale S. Cosme fez-se representar por 19 alunos provenientes de 3 Escolas: Didáxis-Vale S. Cosme, Didáxis-Riba de Ave e Colégio do Ave.


No Torneio Juvenil, o grande vencedor no escalão Juvenil foi o aluno famalicense Simão Barroso, atual Vice-Campeão Regional Escolar Juvenil, da Didáxis – Vale S. Cosme que obteve 5 pontos em 6 jogos (4 vitórias e 2 empates). No escalão Iniciados o aluno vimaranense José Santos (Escola EB 2,3 João de Meira), também, obteve uma performance invicta, 5 vitórias e um empate, e não deu qualquer hipótese à concorrência.





No Torneio Infantil, o grande vencedor no escalão Infantil B foi o aluno vimaranense Henrique Guimarães (Escola EB 2,3 João de Meira) que efetuou um percurso 100% vitorioso: 6 vitórias em 6 jogos. No escalão Infantil A o Colégio do Ave confirmou o seu domínio nesta categoria ao ocupar, mais uma vez, na sua totalidade o pódio individual absoluto. Os alunos Tomás Carvalho (3º lugar geral), José João Pinto (4º lugar geral) e Pedro Lima (14º lugar geral) classificaram-se em 1º, 2º e 3º lugares, respetivamente, na categoria mais jovem do Desporto Escolar.


Nos próximos dias 3 de março (Escola EB 2,3 D. Afonso Henriques) e 10 de março (Escola EB 2,3 João de Meira) realizar-se-ão os próximos encontros distritais escolares relativos à Série A que visam apurar os melhores alunos juvenis de cada Série (A, B) para a Final Distrital Escolar de Xadrez Infantil e Juvenil.

Mais informações:

http://chess-results.com/tnr330473.aspx?lan=10&art=1&wi=821

2018/01/21

DCCCLXXXVI

1º ENCONTRO DISTRITAL ESCOLAR DE XADREZ-SÉRIE A
DIDÁXIS DOMINA COLETIVAMENTE
Alunos do Colégio do Ave alcançam o pleno no escalão Infantil A


No passado dia 20 de janeiro deu-se início a época de Xadrez Escolar do presente ano letivo, 2017/2018. O Clube de Xadrez do Colégio Luso Internacional de Braga organizou o 1º Encontro Distrital Escolar - Série A e esta prova contou com a participação de 73 alunos provenientes de Escolas do Concelho de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão: CLIB, Escola Secundária Carlos Amarante, Escola EB 2,3 D. Afonso Henriques, Escola E.B 2,3 João de Meira e Didáxis – Vale S. Cosme, bem como,  bem como, Escolas do Distrito de Braga apoiadas pelas Escolas acima referidas.
A arbitragem esteve a cargo dos professores responsáveis de cada Escola participante e o diretor deste evento escaquístico foi o professor António Caramez Pereira.
Este Encontro Escolar de Xadrez saldou-se por mais um sucesso organizativo e participativo, que durante 6 sessões viveram emoções até ao cair da seta do relógio numa manhã de sábado!
Foram atribuídos prémios para os três primeiros classificados por escalão e género: Juvenil, Iniciado, Infantil B e Infantil A.
O Clube de Xadrez Escolar da Didáxis-Vale S. Cosme fez-se representar por 16 alunos provenientes de 3 Escolas: Didáxis-Vale S. Cosme, Didáxis-Riba de Ave e Colégio do Ave.

O grande vencedor absoluto e juvenil foi a aluna da Escola Secundária Carlos Amarante Ana Inês Silva que alcançou uma performance 100% vitoriosa: 6 pontos em 6 possíveis! 



O aluno famalicense Simão Barroso, atual Vice-Campeão Regional Escolar Juvenil, da Didáxis – Vale S. Cosme e a aluna Sara Soares (CLIB) completaram o pódio absoluto, ficando a 1 ponto da liderança.

No escalão Iniciados o vencedor foi Henrique Guimarães (Escola EB 2,3 João de Meira, 9º lugar), no escalão Infantil B venceu Sara Soares (CLIB, 3º lugar) e Tomás Carvalho (Colégio do Ave, 12 º lugar) triunfou no escalão Infantil A. De destacar que o pódio Infantil A foi ocupado na totalidade por mais dois alunos do Colégio do Ave, José João Pinto (2º lugar Infantil A, 21º lugar geral) e Matis Ibanez (3º lugar Infantil A, 22º lugar geral). 

Também, Carlos Daniel Sampaio (Didáxis-Riba de Ave, 5º lugar) e Beatriz Lima (Colégio do Ave, 63º lugar) destacaram-se ao alcançar o 2º lugar nos escalões Infantil B e Infantil A feminino, respetivamente.
A Didáxis-Vale S. Cosme dominou, mais uma vez, este Torneio coletivamente, pois conquistou 6 prémios individuais dos 12 prémios absolutos em disputa!
A Didáxis- Vale S. Cosme fez-se ainda representar por mais 8 alunos: Simão Cunha (13º lugar, 4 pontos), Miguel Jorge (14º lugar, 4 pontos), Pedro Vieira Carvalho (16º lugar, 4 pontos), Tiago Silva (18º lugar, 4 pontos), João Nuno Casalta (32º lugar, 3 pontos), Hugo Fernandes (33º lugar, 3 pontos), Duarte Abreu (46º lugar, 2,5 pontos), Pedro Lima (53º lugar, 2 pontos).
Nos próximos dias 3 de fevereiro (Escola Secundária Carlos Amarante), 3 de março (Escola EB 2,3 D. Afonso Henriques) e 10 de março (Escola EB 2,3 João de Meira) realizar-se-ão os próximos encontros distritais escolares relativos à Série A que visam apurar 20 melhores alunos juvenis de cada Série (A, B) para a Final Distrital Escolar de Xadrez que decorrerá no dia 23 de março na Escola Básica de Pedome.

Mais informações:

2018/01/07

DCCCLXXXV

XL TAÇA PORTUGAL DE XADREZ
DIDÁXIS APURA DUAS EQUIPAS PARA 1/8 AVOS DE FINAL

A XL Taça de Portugal de Xadrez é a prova mais simbólica do calendário oficial da FPX da época 2017/2018, dada a democraticidade que a caracteriza: o emparceiramento é efetuado por sorteio, com restrições, só nas primeiras eliminatórias, limitados à área geográfica, de maneira que uma equipa com pouca experiência xadrezística pode ter, aqui, a oportunidade quase única de jogar contra os mais fortes jogadores nacionais, e, em alguns casos, internacionais, já que os clubes com objetivos na área da competição contam nas suas equipas com Grandes Mestres, Mestres Internacionais, Mestres FIDE e Mestres Nacionais.
O CX A2D é representado nesta prova com duas equipas que disputaram no passado sábado, dia 6 de janeiro, os dezasseis avos de final.

A Equipa A, atual detentora do troféu, defrontou “em casa” a equipa matosinhense Grupo Desportivo Dias Ferreira “A”, atual Vice-Campeã Nacional da 1ª Divisão, e este confronto prometia ser “um dos jogos do dia”… Após duas horas de jogo, a jovem equipa famalicense impôs-se no 2º e 4º tabuleiros com vitórias do MN Ivo Dias e Luís Romano perante Guilherme Martins (FC) e Ricardo Andrade, respetivamente. Carlos Novais definiu mais uma histórica vitória para o CX A2D “A”, ao empatar com Constantino Gudlack por repetição de lances três vezes consecutivas. Com o resultado já definido (2,5-0,5), no 1º tabuleiro o MF Luís Silva (Capitão) não foi feliz perante o MN João Guerra e Costa, fixando-se o resultado final em 2,5-1,5. 
A Equipa B, também, defrontou em casa a “equipa sensação” desta prova, Escola do Xadrez do Porto C, que vinha de uma vitória histórica à equipa maiata Amanhã da Criança que milita atualmente na 1ª Divisão Nacional… Todavia, a jovem equipa famalicense "cilindrou" pela margem máxima, 4 vitórias nos quatro tabuleiros e, desta forma, o CX A2D alcançou mais um feito inédito na participação desta prova nacional, ao assegurar a presença de duas equipas nos Oitavos de Final da Taça de Portugal pela terceira vez (2013, 2016, 2018). A equipa B foi formada por João Romano (Capitão), Inês Silva, Bruno Ribeiro e José Santos.

A próxima eliminatória, Oitavos de Final, reunirá dezasseis equipas no dia 5 de maio que aspiram com a conquista da 40ª Taça de Portugal de Xadrez:
CX A2D_A, CX A2D_B, GX Porto_A, EX Porto_D, AX Barcelos, CX Montemor-O-Velho/CTGA, CR Estarreja, Profigaia/Escola Profissional_A, AX Gaia_A, AA Coimbra, AXPortugal/Atlatidiagonal_A, AXPortugal/Atlatidiagonal_B, GD Cavadas, Clube EDP, ADRC Mata de Benfica e NS São Miguel.

Mais informações:

2018/01/06

DCCCLXXXIV

IVO DIAS BRILHA NO II Lisbon Christmas Chess Open


Decorreu entre os dias 26 e 30 de dezembro um dos mais fortes Torneios Abertos de Xadrez realizado em Portugal, II Lisbon Christmas International Open, organizado pela Academia de Xadrez de Portugal que decorreu no Centro de Bridge de Lisboa.
Este evento realizou-se em sistema suíço de nove sessões, com um ritmo de reflexão de 1h30m para toda a partida, acrescidos de 30 segundos por cada movimento efetuado, verificando-se quatro sessões duplas, uma de manhã e outra à tarde. Desta forma, este Torneio Internacional de Xadrez pautou-se por um programa de grande exigência e extremamente desgastante, que obrigou a uma excelente preparação física para conseguir manter a qualidade necessária para um bom desempenho por parte dos 51 jogadores participantes, representando 7 países, num total de 4 mestres titulados internacionalmente.
A 1ª prova deste evento xadrezístico realizou-se em dezembro de 2014 e depois de um interregno de duas épocas, a 2ª edição decorreu no mês de dezembro entre os dias 26 e 30 de dezembro de 2017 totalizando um prize-money de 1400 euros.
O CX A2D fez-se representar pelo jovem atleta famalicense MN Ivo Dias que, desta forma, mediu forças com experientes jogadores do circuito nacional e internacional. Ao posicionar-se em 4º lugar (6 pontos em 9 jogos) arrecadou um prémio monetário de 125 euros.
O grande vencedor foi o MI Paulo Dias que venceu isolado ao alcançar 8 pontos e uma performance invicta (7 vitórias e 2 empates) levando para casa um prémio de 300 euros. Com 7 pontos, Modesto Mendes (Independente FC Torrense) e José Guilherme Santos (GX Alekhine) completaram o pódio absoluto ao posicionarem-se em 2º e 3º lugares, respetivamente.



Mais informações:

2017/12/31

DCCCLXXXIII

O MESTRE ANALISA

O Mestre FIDE Luís Silva analisa a sua vitória contra o Mestre Internacional  André Ventura Sousa, partida que carimbou a vitória do CX-A2D na Supertaça de Portugal contra a AXGaia, um dos momentos mais altos do ano de 2017 para a jovem equipa famalicense!
O dia 22 de outubro foi sem dúvida um dos momentos mais belos e genuínos que marcou o ano desportivo 2017!


A partida e os comentários, da autoria do jovem Mestre famalicense, podem ser vistos no link: 







DCCCLXXXII

II TORNEIO DE RÁPIDAS XADREZ COM MÚSICA
Luís Galego vencedor com nota artística


Decorreu no passado dia 30 de dezembro, no Colégio do Ave, o II Torneio de Rápidas Xadrez com Música. Este torneio, que foi contabilizado para elo FIDE no ritmo Blitz  (5 minutos para cada jogador com acréscimo de 2 segundos por cada lance efetuado), aliou a Música ao Xadrez através da realização de concertos de Guitarra Clássica aquando de um Torneio em que se viveram fortes emoções durante as sessões disputadas!
Este evento xadrezístico, pioneiro em Portugal, está integrado na programação do IV Festival Internacional de Guitarra de Guimarães e fechou com “chave de ouro” um ciclo de masterclasses e concertos, que decorreram entre os dias 22 e 29 dezembro, percorrendo vários palcos da cidade, nomeadamente o Conservatório de Guimarães, o Centro Cultural Vila Flor, a Plataforma das Artes e Criatividade, a Universidade de Minho e a Associação Comercial e Industrial de Guimarães.


Esta iniciativa foi organizada pela Associação de Xadrez de Braga e Clube de Xadrez A2D - Associação Académica da Didáxis, contando com o apoio do Colégio do Ave e da sua Associação de Pais, do Festival Internacional de Guitarra de Guimarães, da Federação Portuguesa de Xadrez e da Câmara Municipal de Guimarães. A arbitragem esteve a cargo  do presidente da AXDB Carlos Dias e o Diretor de Prova foi o coordenador do CX A2D Mário Oliveira.
O II Torneio de Rápidas Xadrez com Música reuniu um prize-money no valor de 150 euros e foram 12 os clubes representados, com um total de 48 jogadores presentes que jogaram em sistema suíço a 7 rondas. O grande vencedor foi pelo segundo ano consecutivo o Grande Mestre Luís Galego (Assembleia Figueirense, prémio de 100 euros) alcançando uma performance invicta: 6 vitórias e 1 empate. O Vice-Título foi conquistado pelo jovem Mestre FIDE famalicense Luís Silva (CX A2D, prémio monetário de 35 euros) que ficou a escasso meio ponto da liderança. O Mestre Nacional João Guerra e Costa (GD Dias Ferreira, prémio monetário de 15 euros) fechou o pódio absoluto e obteve 5,5 pontos.

Por categorias os grandes vencedores foram Paulo Felizes (Veterano, Assembleia Figueirense), Inês Silva (Feminino e 1º Sub-18, CX A2D), Bruno Ribeiro (1º Sub-20, CX A2D), José Santos (Sub 16, CX A2D), Filipa Pipiras  (Sub-14,GD Dias Ferreira), Tomás Veleirinho (Sub-12, CX ATL da Coutada), Daniel Silva (1º Sub-10, AX Gaia) e João Mendes (2º Sub-10, CX Ronfe).
A cerimónia de encerramento contou com a presença do Adjunto da Vereação da Educação e Cultura da CMG Paulo Silva, do Vice-Presidente da FPX Paulo Felizes, do Presidente da AXDB, Carlos Dias, do Diretor Artístico do IV FIGG Nuno Cachada em representação da Sociedade Musical de Guimarães, do coordenador do CX A2D Mário Oliveira em representação da Associação Académica da Didáxis, da Presidente da Direção Pedagógica do Colégio do Ave Isabel Lobo e da Presidente da Associação de Pais do Colégio do Ave, Isabel Sousa.
Os jovens alunos José Babo e Mariana Costa Pinheiro, participantes assíduos e distinguidos no Festival Internacional de Guitarra de Guimarães, obtiveram nota artística durante a realização da prova e na cerimónia de encerramento, pois deliciaram os presentes com a interpretação de obras clássicas.


No final, todos foram unânimes ao considerarem que esta iniciativa tem rasgado horizontes, fomentado partilha de experiências e sensibilizando a comunidade xadrezística para a pertinência da importância da Música no Xadrez, e vice-versa, no livre, harmonioso e integral desenvolvimento da personalidade do ser humano e, consequentemente, no desenvolvimento da sociedade.
Mais informações:

2017/12/21

DCCCLXXXI